No dia 31 de Janeiro...

...de 1908 realizou-se o primeiro jogo de uma equipa portuguesa no estrangeiro: o FC Porto deslocou-se para norte e defrontou o Real Fortuna de Vigo. Não se conhece o resultado da partida.

...de 1971 o Estádio das Antas foi palco de um jogo especial: vencemos o Benfica por 4-0, tendo Lemos, na altura com 20 anos, marcado os quatro golos.

...de 1997 foi fundada a delegação nº38 do FC Porto, os Dragões da Régua.

Etiquetas:

quarta-feira, janeiro 31, 2007 @ 17:48 GMT ::: link ::: topo



No dia 30 de Janeiro...

...de 1911 faleceu José Monteiro da Costa, obreiro do renascimento do FC Porto em 1906. Tinha apenas 29 anos.

...de 1975 Afonso Pinto de Magalhães, presidente do FC Porto entre 1967 e 1972, foi agraciado com o título de Presidente Honorário.

Etiquetas:

@ 00:17 GMT ::: link ::: topo



No dia 29 de Janeiro...

...de 1961 nasceu Wilhelmus Coort, mais conhecido como Wil Coort, o actual treinador de guarda-redes do FC Porto, único membro da equipa de Adriaanse a premanecer no clube após o pedido de demissão dos seus compatriotas no início da presente época.

Etiquetas:

segunda-feira, janeiro 29, 2007 @ 15:30 GMT ::: link ::: topo



No dia 28 de Janeiro...

...de 1974 Cubillas estreou-se pelo FC Porto num amigável contra a Portuguesa de Desportos. O peruano ficou na história como um dos melhores jogadores a vestir a camisola azul e branca.

...de 1976 Jorge Nuno Pinto da Costa proferiu - em resposta ao gozo de alguns amigos boavisteiros pelo seu clube ter "roubado" Amarildo, que estava praticamente certo no FC Porto - a célebre frase "largos dias têm cem anos", que marcou a sua decisão de regressar ao dirigismo desportivo, na altura como director do departamento de futebol do FC Porto.

...de 1982 nasceu Ricardo Moreira, extremo direito da nossa actual equipa de andebol.

...de 1985 foi inaugurada a sede dos Dragões de Azeméis, delegação nº 10 do FC Porto.

Etiquetas:

domingo, janeiro 28, 2007 @ 20:04 GMT ::: link ::: topo



Projecto Wikipédia* #3 - Campo da Constitução

Criado o artigo sobre o Campo da Constituição, achei que se justificava uma categoria "recintos do Futebol Clube do Porto", da qual fariam parte também as Antas e o Dragão e à qual pretendo acrescentar, logo que possível, artigos sobre o Campo da Rua da Rainha, o CTFD PortoGaia e o Dragãozinho. Por enquanto aqui fica o artigo sobre a Constituição. [link]


Campo da Constituição
Dono FC Porto
Localização Rua da Constituição, Porto
Capacidade 20.000
Inauguração 26 de Janeiro de 1913


O Campo da Constituição foi o principal recinto do Futebol Clube do Porto de 1913 a 1952, altura em que foi substituído pelo Estádio das Antas. Hoje, é utilizado pelas equipas dos escalões de formação do clube.

História

No final do ano de 1911 o FC Porto foi informado de que teria que desocupar o Campo da Rua da Rainha, já que no local seria construída uma fábrica. Começou-se então a procurar um espaço adequado às novas instalações, e com facilidade se encontrou um terreno próximo à Rua da Rainha (cujo nome havia já sido alterado, após a Implantação da República, para Rua Antero de Quental), na Rua da Constituição. Em Julho de 1912 é dado o aval em Assembleia Geral e o terreno é alugado por 350 escudos anuais. Nele é construído um campo de futebol, inaugurado no dia 1 de Janeiro de 1913 (embora o torneio oficial de inauguração tenha acontecido apenas entre os dias 26 e 28 do mesmo mês). A sede já havia sido transferida da Rua da Rainha para a Constituição em Novembro de 1912. Em 1914, é inaugurado um rinque de patinagem, que três anos depois é substituído por um campo de ténis.

Durante um largo período, o Campo da Constituição serviu também de casa a outros clubes, como o Salgueiros, o Vilanovense ou o Sporting de Espinho, a quem o FC Porto sub-alugava as instalações. Contudo, o FC Porto cresce rapidamente, e em cerca de duas décadas o Campo da Constituição torna-se pequeno demais para o clube; em 1933 é apresentada em Assembleia Geral a proposta de aquisição de terrenos para um novo estádio. O Estádio das Antas só ficaria pronto em 1952, pelo que, desde a década de 30 e até à inauguração do novo estádio, o FC Porto teve muitas vezes necessidade de jogar em campo emprestado, por vezes no Ameal, do Sport Progresso, mas sobretudo no Estádio do Lima, do Académico.

Em 1952 deu-se a mudança definitiva para as Antas. A sede já havia sido transferida, em 1933, para a Avenida dos Aliados. O Campo da Constituição encontra-se ainda hoje em actividade, servindo de casa aos escalões de formação do FC Porto.

Momentos especiais

* 5 de Abril de 1921 - FC Porto 5 x 0 Real Madrid, em jogo amigável

* 23 de Abril de 1939 - FC Porto 3 x 3 Benfica, empate que garante a conquista do título na primeira edição do Campeonato Nacional

Bibliografia

BARBOSA, Alfredo. Dragão Ano 111 - História Oficial do Futebol Clube do Porto. Porto: O Comércio do Porto. 2004.

Categoria: Recintos do Futebol Clube do Porto

Etiquetas:

sábado, janeiro 27, 2007 @ 17:10 GMT ::: link ::: topo



No dia 26 de Janeiro...

...de 1913, um domingo, começou o "Torneio das Três Cidades", que marcou a inauguração oficial do Campo da Constituição. As três cidades eram o Porto, Lisboa e Vigo, sendo o Oporto Criket, o Benfica e o Vigo FC os clubes convidados. Venceram os encarnados, ficando o FC Porto em segundo, os galegos em terceiro e o Oporto Cricket no último lugar.

...de 1963 nasceu José Mourinho, um dos melhores treinadores a passar pelo FC Porto e um dos principais responsáveis pelas nossas mais recentes glórias europeias.

...de 1976 José Maria Pedroto, na altura treinador do Boavista, assinava secretamente com o FC Porto, carimbando o seu regresso e o de Pinto da Costa, afastado do dirigismo desde 1971, que se candidataria pela lista vencedora de Américo de Sá em Maio do mesmo ano.

...de 1983 nasceu Marek Cech, o eslovaco mais querido de todos os Portistas, defesa-esquerdo do actual plantel.

...de 1994 o FC Porto contratou Bobby Robson, despedido pouco antes pelo Sporting. Ganharia a Taça de Portugal nesse mesmo ano e conduziria a equipa aos dois primeiros campeonatos do histórico Penta.

...de 2000 foi fundada a Casa do FC Porto de Lamego, 54ª delegação portista.

Etiquetas:

sexta-feira, janeiro 26, 2007 @ 10:54 GMT ::: link ::: topo



No dia 25 de Janeiro...

...de 1970 o FC Porto empatou a um golo com o São Paulo na partida de "inauguração total" do seu estádio, o Cícero Pompeu de Toledo, mais conhecido como Morumbi.

...de 1980 nasceu Paulo Assunção, peça fundamental do nosso fantástico meio-campo.

Etiquetas:

quinta-feira, janeiro 25, 2007 @ 22:32 GMT ::: link ::: topo



No dia 24 de Janeiro...

...de 1953 Cândido de Oliveira assumiu o comando do FC Porto, tendo como adjuntos Pinga e Artur Baeta, dois nomes dourados da história do clube.

...de 1986 nasceu Vieirinha, um dos futebolistas mais jovens do nosso plantel.

Etiquetas:

quarta-feira, janeiro 24, 2007 @ 19:24 GMT ::: link ::: topo



No dia 23 de Janeiro...

...de 2002 José Mourinho foi apresentado como treinador do FC Porto, substituindo Octávio Machado. "Para o ano vamos ser campeões", foi a frase que ficou na história. Só faltou dizer que a esse título somaríamos a Taça de Portugal e a Taça UEFA... e imaginar o sonho que viveríamos na época seguinte.

Etiquetas:

terça-feira, janeiro 23, 2007 @ 20:19 GMT ::: link ::: topo



Projecto Wikipédia* #2 - Estádio das Antas

Até hoje, uma pesquisa por "Estádio das Antas" na Wikipédia em português era redireccionada para o Estádio do Dragão; agora, o nosso antigo estádio tem direito a um artigo exclusivo. [link]


Estádio do Futebol Clube do Porto
(Estádio das Antas)

Dono FC Porto
Localização Avenida Fernão de
Magalhães, Porto
Capacidade 50.000
Inauguração 28 de Maio de 1952
Último jogo 24 de Janeiro de 2004
Demolição Março de 2004
Arquitecto Oldemiro Carneiro
Engenheiro Miguel Resende


O Estádio do Futebol Clube do Porto, mais conhecido como Estádio das Antas, foi, como o nome indica, o estádio do Futebol Clube do Porto durante 52 anos. Foi substituído pelo Estádio do Dragão, inaugurado em 2003.

História

Foi numa Assembleia Geral em 1933 que surgiu a proposta de construção de um novo estádio, já que o Campo da Constituição começava a revelar-se pequeno para o FC Porto. A proposta foi aprovada por unanimidade, mas só em 1937 começaram a ser tomadas medidas no sentido de concretizar o objectivo, com a criação de um empréstimo obrigacionista. Dez anos depois foi comprada uma área de 48.000 metros quadrados na zona das Antas, na parte leste da cidade do Porto. A primeira pedra foi lançada em acto simbólico em Dezembro de 1949, tendo a obra começado cerca de um mês depois.

José Bacelar, sócio nº1 do FC Porto na altura, pagou o salário do primeiro dia de trabalho a todos os operários. A solidariedade da população da cidade e da região para com o FC Porto ficou também marcada por dois cortejos de materiais, em que dezenas de camionetas, autocarros e furgonetas seguiram em cortejo para o estádio levando material de construção.

Ao longo do processo foi necessário comprar terrenos adjacentes aos originais, pois concluiu-se que 48.000 metros quadrados não seriam suficientes para o complexo desportivo que o FC Porto pretendia construir. Comprados os referidos terrenos, a área total ascendeu aos 63.220 metros quadrados. A capacidade original do estádio era de 44.000 espectadores, distribuídos por três bancadas - duas superiores e uma lateral. O lado leste do campo não tinha bancada, sendo chamado de Porta da Maratona.

No dia 28 de Maio de 1952 o Estádio do Futebol Clube do Porto foi inaugurado numa cerimónia pomposa que contou com a presença do General Craveiro Lopes, então presidente de Portugal. Urgel Horta presidia ao FC Porto na altura.

Modificações

* 1960 - inauguração da pista de ciclismo
* 1962 - inauguração da iluminação artificial
* 1976 - fecho da Porta da Maratona, ou seja, construção de uma bancada ao longo da lateral leste do campo, acrescida de um segundo anel - a arquibancada
* 1986 - rebaixamento do campo - a bancada avança na direcção do campo, substituindo a pista de ciclismo e atletismo
* na década seguinte o estádio foi sendo gradualmente encadeirado - terminado o procedimento, a capacidade do estádio era de cerca de 50.000 lugares

O complexo

Quando se fala no Estádio das Antas, nem sempre se fala apenas no estádio em si; a expressão pode designar também todo o complexo desportivo que, ao longo das cinco décadas de existência do estádio, foi sendo construído à sua volta. Esse complexo incluía, entre outras coisas:

* o Pavilhão Américo de Sá (com capacidade para 7.000 pessoas), onde actuavam as equipas de andebol, basquetebol e hóquei em patins do FC Porto (a de basquetebol passaria a jogar no Pavilhão Rosa Mota em meados dos anos noventa)
* o Pavilhão Afonso Pinto de Magalhães
* uma piscina coberta (utilizada quer pela equipa de natação do FC Porto, quer por utilizadores pagantes)
* três campos de treinos relvados
* a primeira Loja Azul
* o Bingo do FC Porto
* a sala-museu do FC Porto
* a Torre das Antas, onde foi instalada a sede do FC Porto

Momentos especiais

* 19 de Outubro de 1977 - FC Porto 4 x 0 Manchester United, 1ª mão da 2ª eliminatória da Taça das Taças 1977/78
* 11 de Junho de 1978 - FC Porto 4 x 0 SC Braga, vitória na última jornada do campeonato 1977/78, que permitiu ao FC Porto sagrar-se novamente campeão nacional após um jejum de 19 anos
* 28 de Maio de 1987 - recepção, de madrugada, aos vencedores da Taça dos Clubes Campeões Europeus que chegavam directamente de Viena
* 13 de Janeiro de 1988 - FC Porto 1 x 0 Ajax, 2ª mão da Supertaça Europeia 1987, vencida pelo FC Porto
* 15 de Junho de 1997 - FC Porto 3 x 0 Gil Vicente, a festa do primeiro Tricampeonato na história do clube
* 30 de Junho de 1999 - FC Porto 2 x 0 Estrela da Amadora, a festa do Penta, feito inédito no futebol português
* 10 de Abril de 2003 - FC Porto 4 x 1 SS Lazio, 1ª mão das meias-finais da Taça UEFA 2002/03, que o FC Porto viria a ganhar
* 22 de Maio de 2003 - recepção, de madrugada, aos vencedores da Taça UEFA vindos de Sevilha

Por outro lado, o dia mais negro da história do Estádio das Antas foi 16 de Dezembro de 1973, dia em que Pavão, grande jogador e ídolo dos adeptos, caiu por terra ao minuto 13 da jornada 13, contra o Vitória de Setúbal. Tinha apenas 26 anos.

O fim

O complexo das Antas começou a ser demolido em 2001; nessa altura, as equipas de andebol, hóquei em patins e natação do FC Porto passaram a competir em casa "emprestada": o Pavilhão Municipal de Santo Tirso, o Pavilhão Municipal de Fânzeres e a Piscina de Campanhã, respectivamente. Também a equipa de basquetebol deixou o Pavilhão Rosa Mota, passando a jogar no Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos. Estas equipas continuam deslocadas mesmo após a inauguração do Estádio do Dragão, uma vez que este não inclui pavilhão nem piscina. Existe o projecto de um pavilhão a ser construído junto ao estádio, o Dragãozinho, mas que em Janeiro de 2007 ainda não saiu do papel.

O Estádio das Antas propriamente dito permaneceria intacto até à inauguração do Estádio do Dragão, em Novembro de 2003, e mesmo para além dela: devido a um grave problema com a relva do novo estádio, este não pôde começar a ser utilizado para jogos oficiais logo após a inauguração, pelo que o Estádio das Antas foi ainda palco de oito jogos oficiais, o último deles contra o Estrela da Amadora a 24 de Janeiro de 2004. A demolição começaria cerca de um mês e meio depois.

No Estádio das Antas o FC Porto jogou 1002 jogos, tendo vencido 803, empatado 119 e perdido 80.

Bibliografia

BARBOSA, Alfredo. Dragão Ano 111 - História Oficial do Futebol Clube do Porto. Porto: O Comércio do Porto. 2004.

Categoria: Futebol Clube do Porto

Etiquetas:

domingo, janeiro 21, 2007 @ 23:21 GMT ::: link ::: topo



No dia 19 de Janeiro...

...de 1945 Cesário Bonito tomou posse como presidente do FC Porto pela primeira de três vezes.

...de 1981 nasceu, em Buenos Aires, Lucho Gonzalez, el Comandante, um dos capitães e uma das maiores referências da nossa actual equipa de futebol.

Etiquetas:

sexta-feira, janeiro 19, 2007 @ 21:38 GMT ::: link ::: topo



No dia 18 de Janeiro...

...de 1979 nasceu Paulo Ferreira, defesa-direito que ao serviço do FC Porto venceu a Taça UEFA e a Liga dos Campeões e foi também eleito pelo voto dos visitantes do uefa.com o melhor da Europa na sua posição em 2003. No ano seguinte, já campeão da Europa, foi vendido ao Chelsea por 20 milhões de euros.

Etiquetas:

quinta-feira, janeiro 18, 2007 @ 13:50 GMT ::: link ::: topo



Projecto Wikipédia* #1 - Jorge Nuno Pinto da Costa

Sobre Jorge Nuno Pinto da Costa na Wikipédia em português havia apenas um esboço - agora há um artigo completo. Assim dou início ao Projecto Wikipédia no FCPorto.blogspot.com! :o) [link]


Jorge Nuno Pinto da Costa é o presidente do Futebol Clube do Porto desde 1982, sendo considerado o grande responsável pelos êxitos nacionais e internacionais do clube desde então.

Biografia

Jorge Nuno de Lima Pinto da Costa nasceu no Porto a 28 de Dezembro de 1937. Do casamento de José Alexandrino Teixeira da Costa e Maria Elisa Bessa Lima de Amorim Pinto, que acabariam por divorciar-se poucos anos depois, nasceram outros quatro filhos: José Eduardo, Maria Alice, António Manuel e Eduarda. Jorge Nuno faz a escola primária no colégio Almeida Garrett, tendo simultaneamente aulas particulares de Inglês e Francês. Aos 10 anos vai estudar para o Instituto Nun'Álvares, mais conhecido por Colégio das Caldinhas, em Santo Tirso, um colégio jesuíta onde estudam os filhos das melhores famílias da região. De regresso ao Porto, consegue o seu primeiro emprego aos 19 anos no Banco Português do Atlântico, onde foi colega de Artur Santos Silva. É mais ou menos por essa altura que inicia a sua ligação ao FC Porto como dirigente, mantendo contudo o seu emprego no banco e trabalhando mais tarde como vendedor de tintas e resinas, até passar a dedicar-se a tempo inteiro ao dirigismo. Publicou em 2005 a sua autobiografia, Largos Dias Têm Cem Anos, com prefácio de Lennart Johansson, presidente da UEFA.

Vida pessoal

Ao regressar ao Porto após vários anos no colégio em Santo Tirso, Pinto da Costa reencontra a filha de um amigo da família com quem convivera na infância, Manuela Carmona, e apaixona-se. Após vários anos de namoro, Manuela é convidada para trabalhar na Alemanha, onde consegue também um emprego para o namorado. Pinto da Costa, não querendo afastar-se do FC Porto, recusa a proposta e pede a namorada em casamento. Casam em Abril de 1964 e o primeiro e único filho do casal, Alexandre, nasce em 1967. Em 1985 Pinto da Costa conhece e apaixona-se por Filomena Morais, e em 1987 nasce da união a sua segunda filha, Joana. Já no século XXI separa-se de Filomena, assumindo o namoro com Carolina Salgado, que viria a terminar em 2005.

Ligação ao FC Porto

De adepto a director

É por influência do tio Armando Pinto, entusiasta de futebol que fora presidente do Famalicão, que Jorge Nuno Pinto da Costa começa a interessar-se por futebol. É o tio quem paga os ingressos do FC Porto x Sporting de Braga, o primeiro jogo a que Jorge Nuno, com 8 anos, assiste no Campo da Constituição, na companhia do seu irmão José Eduardo. Desde então não mais se desligou do clube, nem mesmo quando se encontrava longe do Porto, procurando sempre que possível ouvir o relato das partidas. Quando completa 16 anos, em Dezembro de 1953, a avó materna inscreve-o como sócio do FC Porto.

Após o regresso ao Porto, Jorge Nuno acompanha religiosamente os jogos do clube, sobretudo de futebol e hóquei em patins. Com cerca de 20 anos, é convidado pelo responsável pela secção de hóquei em patins para ocupar o lugar de vogal, e aceita. Em 1962 passaria a chefe de secção, cargo que viria a acumular com o de chefe da secção de hóquei em campo. Em 1967 passa a ser também chefe da secção de boxe, onde conhece Reinaldo Teles, na altura atleta da modalidade.

Em 1969, é convidado por Afonso Pinto de Magalhães a integrar a sua lista para as eleições desse ano como director das modalidades amadoras. Assim, Pinto da Costa assume pela primeira vez um cargo eleito no FC Porto, de 1969 a 1971. No final desse período, apesar de ter sido convidado por Américo de Sá a candidatar-se com ele, recusou o convite por considerar que o novo candidato deveria apresentar-se às urnas com uma lista totalmente renovada.

Em 1976, em conversa com um grupo de amigos e apesar de não se encontrar a desempenhar funções no FC Porto, alguns deles - boavisteiros - provocavam Pinto da Costa por o seu clube ter deixado que o futebolista Amarildo, praticamente contratado, "fugisse" para o Boavista. Em resposta, Pinto da Costa disse apenas que "largos dias têm cem anos", decidindo nesse preciso momento - soube-se mais tarde, aquando da publicação da sua autobiografia - regressar ao dirigismo desportivo. Conversou com o presidente Américo de Sá e comprometeu-se a fazer parte da sua lista nas eleições seguintes como director do departamento de futebol.

Ainda antes das eleições, acertou com José Maria Pedroto, treinador do Boavista, a sua passagem para o FC Porto, onde já havia sido jogador e treinador. Em Maio desse mesmo ano, Pinto da Costa volta a ser dirigente do FC Porto. É com Américo de Sá como presidente, Pinto da Costa como director do futebol e Pedroto como treinador que o FC Porto consegue quebrar, em 1977-78, o jejum de 19 anos sem vencer um campeonato nacional. Apesar disso, o final da década de 70 é um período conturbado para o FC Porto, e Pinto da Costa e Pedroto acabam por deixar o clube em 1980.

A presidência

Em Dezembro de 1981 as coisas continuam a correr mal ao FC Porto, e é então que um grupo de sócios se une com o objectivo de convencer Pinto da Costa a candidatar-se à presidência do clube. O "sim" demora a surgir, mas perante a insistência dos sócios Pinto da Costa acaba por aceitar, convidando Pedroto para voltar a treinar a equipa principal. Candidatando-se em lista única, Jorge Nuno Pinto da Costa vence as eleições de 17 de Abril de 1982, tornando-se no trigésimo presidente do FC Porto.

Dois anos depois, o FC Porto chega à sua primeira final Europeia, na Taça das Taças, contra a Juventus, da qual sai derrotado por 2-1. Em 1987 vence a Taça dos Clubes Campeões Europeus e a Taça Intercontinental, e depois a Supertaça Europeia relativa à mesma época, já no início de 1988. A década de 90 seria gloriosa para o FC Porto graças à conquista de oito campeonatos, cinco deles consecutivamente - o Penta, feito inédito no futebol português. Já no século XXI o clube azul e branco aumentaria o seu palmarés internacional, vencendo a Taça UEFA em 2003 e a Liga dos Campeões em 2004 sob o comando de José Mourinho e a Taça Intercontinental do mesmo ano já com Victor Fernandez.

Operação Apito Dourado

Em 2004 é aberta a operação Apito Dourado, no âmbito da qual são investigados possíveis crimes de falsificação de documentos, corrupção e tráfico de influências no futebol português. Entre as dezenas de arguidos figura o nome de Pinto da Costa. Em 2005 e 2006 são arquivados vários dos processos em que era arguido.

Em 2006 a sua ex-companheira Carolina Salgado lança um livro intitulado "Eu, Carolina", no qual acusa Pinto da Costa de vários crimes, sobretudo de corrupção de árbitros. Quer antes quer depois da publicação do livro, Carolina Salgado depôs como testemunha no processo Apito Dourado. Questionado sobre as acusações da ex-namorada, Jorge Nuno Pinto da Costa limitou-se a dizer que falaria sobre o caso em tribunal.

Obra

Feitos importantes

* inserção de publicidade nas camisolas do FC Porto, sendo o primeiro clube português a fazê-lo, em 1983
* criação da Loja Azul, em 1983, hoje uma cadeia de lojas
* criação da Revista Dragões em Abril de 1985
* criação dos prémios Dragão de Ouro em 1986
* rebaixamento do relvado do Estádio das Antas, aumentando a capacidade das bancadas para 95.000 espectadores, em 1986
* criação da secção de desporto adaptado em 1986
* criação da FC Porto, Futebol, SAD, e da FC Porto, Basquetebol, SAD, em 1997
* construção do Centro de Treino e Formação Desportiva de Olival-Crestuma pela Fundação PortoGaia para o Desenvolvimento Desportivo, inaugurado em 2002
* construção do Estádio do Dragão, inaugurado em 2003

Palmarés

Futebol

* 1 Taça dos Clubes Campeões Europeus (1987)
* 1 Supertaça Europeia (1987)
* 1 Taça UEFA (2003)
* 1 Liga dos Campeões (2004)
* 2 Taças Intercontinentais (1987 e 2004)
* 14 Campeonatos Nacionais (cinco deles consecutivos, de 1994 a 1999, constituindo um marco inédito no futebol português)
* 9 Taças de Portugal
* 15 Supertaças Cândido de Oliveira

Andebol

* 4 Campeonatos Nacionais
* 2 Taças de Portugal
* 2 Taças da Liga
* 3 Supertaças

Basquetebol

* 5 Campeonatos Nacionais
* 9 Taças de Portugal
* 3 Taças da Liga
* 4 Supertaças

Hóquei em Patins

* 2 Taças dos Campeões Europeus (1986 e 1990)
* 1 Taça das Taças (1982 e 1983)
* 2 Taças CERS (1994 e 1996)
* 1 Supertaça Europeia (1987)
* 15 Campeonatos Nacionais
* 11 Taças de Portugal
* 14 Supertaças António Livramento

Outros

* 4 títulos no boxe
* 2 títulos no halterofilismo
* 11 títulos na natação
* 2 títulos no voleibol
* dezenas de títulos nas camadas jovens das diversas modalidades

Bibliografia

BARBOSA, Alfredo. Dragão Ano 111 - História Oficial do Futebol Clube do Porto. Porto: O Comércio do Porto. 2004.
COSTA, Jorge Nuno Pinto da. Largos Dias Têm Cem Anos. Lisboa: Ideias & Rumos. 2004.

Ligações externas

Site oficial do FC Porto

Categorias:Dirigentes de clubes de Portugal | Futebol Clube do Porto | Personalidades do Grande Porto

Etiquetas:

@ 03:17 GMT ::: link ::: topo



Projecto Wikipédia

Aquilo que pretendo é ir criando e disponibilizando na Wikipédia o máximo possível de artigos relacionados com o FC Porto: sobre jogadores, treinadores, dirigentes, modalidades, etc. Os artigos, que por agora serão apenas em língua portuguesa, seguirão o guia editorial da Wikipédia e cumprirão os seus critérios de qualidade e isenção, baseando-se apenas em factos. De pequenos esboços a biografias completas, a ideia é que a Wikipédia se torne uma boa fonte de informação para todos aqueles que procurem conhecer melhor o nosso clube. O texto publicado no blog corresponde à versão que publicarei originalmente na Wikipédia; quaisquer mudanças posteriores, realizadas por mim ou por outros utilizadores da enciclopédia livre, não se reflectirão no post.

Se alguém quiser colaborar (escrevendo para a Wikipédia em português ou outra qualquer) diga qualquer coisa, para que não desperdicemos tempo e esforço a escrever os mesmos artigos. Wish me luck!

Etiquetas:

@ 02:14 GMT ::: link ::: topo



No dia 17 de Janeiro...

...de 1986 realizou-se pela primeira vez a cerimónia de entrega dos Dragões de Ouro, no Casino da Póvoa. Jorge Nuno Pinto da Costa, Fernando Gomes e Aurora Cunha foram alguns dos galardoados, tendo Fernanda Ribeiro recebido o Dragão de Ouro de atleta jovem do ano.

...de 1993 foi apresentada a Medalha do Centenário, da autoria do escultor Amílcar Marques. A medalha rectangular em ouro e prata tem na frente o emblema do clube e os troféus internacionais conquistados no seu primeiro século de vida e no verso a imagem da Torre das Antas.

...de 1998 Pinto da Costa tomou posse como presidente do FC Porto pela sétima vez.

Etiquetas:

quarta-feira, janeiro 17, 2007 @ 13:00 GMT ::: link ::: topo



No dia 16 de Janeiro...

...de 1950 os tractores começaram a revolver a terra nos terrenos onde seria construído o Estádio das Antas.

...de 1955 nasceu António Frasco, um dos grandes jogadores do FC Porto da década de oitenta. Do seu vasto palmarés destacam-se a Taça dos Clubes Campeões Europeus e a Supertaça Europeia. Actualmente é treinador adjunto dos juniores portistas.

...de 2004 foi inaugurada a sede da Casa do FC Porto de Sandim, delegação nº 72 do FC Porto.

Etiquetas:

@ 00:29 GMT ::: link ::: topo



No dia 15 de Janeiro...

...de 1977 nasceu Siarhei Kavalenka, lateral direito bielorusso da nossa actual equipa de andebol.

Etiquetas:

terça-feira, janeiro 16, 2007 @ 07:19 GMT ::: link ::: topo



No dia 13 de Janeiro...

...de 1988 o FC Porto completa o pleno de títulos internacionais relativos à época 1986-87 ao conquistar a Supertaça Europeia. Mês e meio após a vitória em Amsterdão voltámos a bater o Ajax por 1-0 (golo de Sousa) e acrescentámos ao nosso palmarés mais uma taça inédita no futebol português.

Etiquetas:

sábado, janeiro 13, 2007 @ 13:22 GMT ::: link ::: topo



No dia 11 de Janeiro...

...de 2003 o FC Porto venceu em Alvalade por 1-0, com golo de Costinha. No final da partida, os cerca de 4000 adeptos portistas foram alvo de uma premeditada, injustificada e criminosa carga policial. Perante as autoridades, desportivas ou civis, tudo passou incólume. Coisas como esta não podem ser esquecidas.

Etiquetas:

quinta-feira, janeiro 11, 2007 @ 20:01 GMT ::: link ::: topo



No dia 10 de Janeiro...

...de 1952 Urgel Horta tomou posse como presidente do FC Porto pela segunda vez (havia já presidido ao clube entre 1928 e 1929). Durante o seu mandato seria inaugurado o Estádio das Antas.

...de 1997 foi fundada a delegação nº40 do FC Porto, a Casa do FC Porto de Rebordosa.

Etiquetas:

quarta-feira, janeiro 10, 2007 @ 19:03 GMT ::: link ::: topo



No dia 9 de Janeiro...

...de 1998 a Comissão Disciplinar da Liga aplicou a Paulinho Santos um castigo que ficou na história: por agressão a João Pinto no FC Porto x Benfica, Paulinho ficou suspenso até que o jogador benfiquista regressasse aos relvados.

Etiquetas:

terça-feira, janeiro 09, 2007 @ 14:23 GMT ::: link ::: topo



No dia 7 de Janeiro...

...de 1928 Abel Aquino, director das escolas de futebol do FC Porto na década de 20 e responsável pela formação de grandes jogadores da época, foi distinguido como Sócio Honorário.

...de 1985 faleceu o Mestre, José Maria Pedroto, por doença prolongada.

...de 2004 o então primeiro-ministro Durão Barroso recebeu e homenageou a equipa vencedora da Taça UEFA 2003 no Palácio de S. Bento.

...de 2005 foi inagurada a Casa do FC Porto de Castelo de Paiva, a nossa 86ª delegação.

Etiquetas:

domingo, janeiro 07, 2007 @ 12:06 GMT ::: link ::: topo



No dia 6 de Janeiro...

...de 1905, uma sexta-feira, foi realizado o primeiro jogo entre clubes do Porto e de Lisboa: o FC Porto e o Lisbon Criket Club defrontaram-se na Cruz Quebrada. Vencemos por 5-2.

Etiquetas:

sábado, janeiro 06, 2007 @ 13:12 GMT ::: link ::: topo



O Porto no Mundo #2

O Café FC Porto, em Banda Aceh, na Indonésia

Na província autónoma de Aceh, na Indonésia, Tânia Marques, observadora da União Europeia nas eleições locais e portista ferrenha, encontrou um café também portista - literalmente. Pintado de azul e branco, o "Café FC Porto" foi criado por Muslim Harum, que se apaixonou pelo nosso clube quando assistiu pela TV aos jogos da Liga dos Campeões 2001-02 - na qual, curiosamente, a nossa campanha nem sequer foi particularmente bem-sucedida. Hoje, o café é uma espécie de "Casa do FC Porto" em Banda Aceh, ficando aberto até às tantas nos dias de jogos do Porto, religiosamente acompanhados graças a uma antena parabólica e apesar da diferença horária. A história está no Jornal de Notícias de hoje e enche de orgulho o coração de qualquer Portista.

Etiquetas:

sexta-feira, janeiro 05, 2007 @ 16:00 GMT ::: link ::: topo



No dia 4 de Janeiro...

...de 2001 foi fundada a Casa do FC Porto de Monção, delegação nº 63 do clube.

Etiquetas:

quinta-feira, janeiro 04, 2007 @ 19:00 GMT ::: link ::: topo



No dia 3 de Janeiro...

...de 1979 nasceu Adriano, número 28 do actual plantel. Chegado ao clube a meio da época passada, revelou-se um jogador crucial na conquista da dobradinha 2005-06.

Etiquetas:

quarta-feira, janeiro 03, 2007 @ 16:01 GMT ::: link ::: topo



No dia 2 de Janeiro...

...de 1969 nasceu Domingos Paciência, figura incontornável da história do FC Porto no final do século XX. Ligado ao clube desde os 13 anos, serviu-o como jogador e depois como treinador da equipa B. Actualmente é treinador da União de Leiria.

Etiquetas:

@ 15:53 GMT ::: link ::: topo



No dia 1 de Janeiro...

...de 1913 o FC Porto jogou pela prmeira vez no recém-alugado Campo da Constituição. A inauguração oficial só viria a acontecer algumas semanas depois, mas o clube aproveitou o primeiro dia do ano, uma quarta-feira, para disputar uma partida amigável com o Oporto Cricket & Lawn Tennis Club. Perdemos por 5-2.

...de 2003 foi fundada a Casa do FC Porto do Sotavento Algarvio, com sede em Faro.

Etiquetas:

@ 15:22 GMT ::: link ::: topo




temas
Cubillas
1000 e poucas palavras
Pedaços de história
Efemérides
Música
Portistas
O Porto no Mundo
Projecto Wikipédia
Outros


arquivo
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Abril 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Maio 2009


sites
Site oficial do FC Porto
FCPnet
FCPorto.de
Galeria Guerreiros da Invicta
O Portal dos Dragões
Fundação Vítor Baía 99


blogs
A Chama do Dragão
Avatares-de-Desejo
Bibó Porto Carago
Blog com Sotaque
Brigada Azul
Campeões no Mundo...
Comboio Azul
Crónicas de um Portista
Dragalhadas do Dragão
Dragão até à morte
Dragão Madeirense
Dragão Nortenho
Dragão Sénior
Dragãopentacampeão
Dragões do Atlântico
Estádio Dragão
FCP Mirandela
Guerreiros da Invicta
Isento e Imparcial
Linha de Rumo
O Dragão
Olho de Dragão
Paixão pelo Porto
Pobo do Norte
Portistas de Bancada
Porto em Formação
Portogal
Reflexão Portista
Roubos de Igreja
SD Cedofeita
SD Margem Sul
Sou Portista com Orgulho
Textos MST
Victor Jobling
Zé do Boné


fontes
A principal fonte de informação e imagens para o presente blog são os 16 volumes da História Oficial do FC Porto, de Alfredo Barbosa, editada pelo Comércio do Porto. São também consultados o Livro de Ouro do FC Porto, edição do Diário de Notícias, e a autobiografia de Jorge Nuno Pinto da Costa, Largos Dias Têm 100 Anos, bem como o site oficial do FC Porto e edições passadas de jornais, de entre os quais se destacam A Bola, Jornal de Notícias, O Jogo, O Norte Desportivo e Record. Quaisquer outras fontes serão identificadas nos respectivos posts.






This page is powered by Blogger. Isn't yours?