O Porto no Mundo #1

Zmajski Most, a Ponte do Dragão em Ljubljana - Eslovénia

Zmajski Most, a Ponte do Dragão em Ljubljana - Eslovénia

Etiquetas:

sexta-feira, outubro 20, 2006 @ 11:59 GMT ::: link ::: topo



Eterno Capitão

"Cada título conquistado com a camisola do FC Porto é uma felicidade. O primeiro deve ter-me provocado um sorriso daqueles bem abertos. A partir daí, senti que tinha encontrado um caminho para a minha vida." (Jorge Costa)

Nascido a 14 de Outubro de 1971, Jorge Paulo Costa Almeida é adepto do FC Porto desde esse mesmo dia, sócio do FC Porto desde os 3 anos de idade, jogador do FC Porto desde os 13, Capitão do FC Porto desde os 25. É difícil para um Portista falar (ou, no caso, escrever) sobre o Jorge Costa. Sente-se um aperto no peito. Passa-nos pela cabeça o filme todo: um jovem a despontar no início dos anos 90, três recuperações milagrosas de lesões gravíssimas, garra, determinação, carisma, amor ao FC Porto, o dia em que uma camisola número 2 gigante desceu do céu para um emocionado João Pinto lhe passar a braçadeira de Capitão, um jogo em que, sozinho, virou o resultado no Restelo, a sua imagem a levantar taças e taças e mais taças. A UEFA, a Liga dos Campeões, a Intercontinental. Mas o filme não tem um final feliz... Há alguns dias, Jorge Costa, o grande, enorme Jorge Costa, anunciou o final da sua carreira. E nunca vamos perdoar Co Adriaanse por isso ter sucedido sem o Dragão no seu peito - pelo menos do lado de fora.

Mas se na realidade o clube são os seus adeptos, então Jorge Costa nunca saiu do Porto. O clube está nele e ele está no clube. Não há lesão, fim de carreira, Otávio Machado ou Co Adriaanse que separem aquilo que não pode ser separado.

Parabéns Jorge Costa. Obrigado por tudo. Adeus? Nunca.

Fontes complementares:
Livro "Jorge Costa - Capitão", de Carlos Pereira Santos e Rui Cerqueira

Etiquetas:

domingo, outubro 15, 2006 @ 20:41 GMT ::: link ::: topo



À atenção dos Portistas mais novos e respectivos encarregados de educação :o)

Basket para todos no FCP!

Etiquetas:

quinta-feira, outubro 12, 2006 @ 19:07 GMT ::: link ::: topo



1000 e poucas palavras #2

4-2 à Juventude de Viana e a Supertaça é nossa!

4-2 à Juventude de Viana e a Supertaça é nossa!

Etiquetas:

domingo, outubro 08, 2006 @ 19:23 GMT ::: link ::: topo



Pedaços de história #4 - E das Américas veio o Basket

A equipa de basquetebol do FC Porto passou a manhã da última quarta-feira no Centro Comercial Dolce Vita, junto ao Estádio do Dragão, a promover o basquetebol e a integração social das pessoas com deficiência. Durante cerca de duas horas os atletas portistas jogaram basquetebol e basquetebol em cadeira de rodas, com intervalos para o freestyle de Augusto Sobrinho. Foi mais uma de muitas iniciativas que o departamento de basquetebol do FC Porto tem levado a cabo desde a época passada, com o objectivo de promover a modalidade, trazendo-a para o espaço público e aproximando-a dos adeptos.

O basquetebol surgiu no FC Porto em meados dos anos 20, cerca de uma década após a introdução da modalidade em Portugal. António Sanches, António Marta e Daniel Barbosa foram os sócios-atletas responsáveis pela criação da secção. O FC Porto foi um dos grandes impulsionadores da modalidade em Portugal, contribuindo, a par do Académico e do Fluvial, para fazer do Porto a capital do basquetebol português. É na Invicta que se dá a fundação da Federação Portuguesa de Basquetebol (em 1927) e que se disputa o primeiro jogo internacional da modalidade - Portugal x França, em 1931, no Estádio do Lima (Portugal perdeu por 34 x 9).

Os campeões nacionais de basquetebol 1951-52
Os campeões nacionais de basquetebol 1951-52

No início da década de 70 o FC Porto contrata aquele que é considerado o melhor de todos os basquetebolistas que já actuaram em Portugal: Dale Dover, estrela do basquetebol universitário norte-americano pela universidade de Harvard. No final da mesma década, o treinador Jorge Araújo e o então director Matos Pacheco (o terceiro a contar da direita, em pé, na foto acima) foram os grandes responsáveis pela profissionalização do basquetebol portista. Desde então, o FC Porto somou vários títulos nacionais, tendo passado pelas suas fileiras nomes como Jared Miller ou Paulo Pinto, um dos melhores basquetebolistas portugueses, eleito para a selecção Oeste da Euro All Star em 1999 mas que viria a falecer por paragem cardíaca durante uma partida três anos depois, já ao serviço do Aveiro Basket.

Figura incontornável na história do basquetebol no clube, Matos Pacheco recorda que "o primeiro golpe que foi dado ao basquetebol do FC Porto – e eu fui o grande culpado disso – aconteceu quando saímos das Antas para o Pavilhão Rosa Mota. Alguns sócios, aqueles que "viviam" nas Antas, nunca nos perdoaram, apesar de todas as vantagens desportivas e de trabalho que a mudança implicou." Hoje, a casa da equipa de basquetebol do FC Porto é o Pavilhão de Congressos e Desportos de Matosinhos.

Como o basket, também o hóquei e o andebol foram "expatriados" para concelhos vizinhos. Quase três anos volvidos sobre a inauguração do Estádio do Dragão, impõe-se a construção do prometido e sempre adiado pavilhão polidesportivo, para que as modalidades possam finalmente regressar a casa e recuperar o lugar que ocupavam na vida dos adeptos portistas.

Fontes complementares:
Federação Portuguesa de Basquetebol
Grupo Desportivo de Basquete de Leça

Etiquetas:

sexta-feira, outubro 06, 2006 @ 18:10 GMT ::: link ::: topo




temas
Cubillas
1000 e poucas palavras
Pedaços de história
Efemérides
Música
Portistas
O Porto no Mundo
Projecto Wikipédia
Outros


arquivo
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Abril 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Maio 2009


sites
Site oficial do FC Porto
FCPnet
FCPorto.de
Galeria Guerreiros da Invicta
O Portal dos Dragões
Fundação Vítor Baía 99


blogs
A Chama do Dragão
Avatares-de-Desejo
Bibó Porto Carago
Blog com Sotaque
Brigada Azul
Campeões no Mundo...
Comboio Azul
Crónicas de um Portista
Dragalhadas do Dragão
Dragão até à morte
Dragão Madeirense
Dragão Nortenho
Dragão Sénior
Dragãopentacampeão
Dragões do Atlântico
Estádio Dragão
FCP Mirandela
Guerreiros da Invicta
Isento e Imparcial
Linha de Rumo
O Dragão
Olho de Dragão
Paixão pelo Porto
Pobo do Norte
Portistas de Bancada
Porto em Formação
Portogal
Reflexão Portista
Roubos de Igreja
SD Cedofeita
SD Margem Sul
Sou Portista com Orgulho
Textos MST
Victor Jobling
Zé do Boné


fontes
A principal fonte de informação e imagens para o presente blog são os 16 volumes da História Oficial do FC Porto, de Alfredo Barbosa, editada pelo Comércio do Porto. São também consultados o Livro de Ouro do FC Porto, edição do Diário de Notícias, e a autobiografia de Jorge Nuno Pinto da Costa, Largos Dias Têm 100 Anos, bem como o site oficial do FC Porto e edições passadas de jornais, de entre os quais se destacam A Bola, Jornal de Notícias, O Jogo, O Norte Desportivo e Record. Quaisquer outras fontes serão identificadas nos respectivos posts.






This page is powered by Blogger. Isn't yours?